DSCF6987.JPG

As crianças de Artsakh

Retratos de um Conflito

O maior objetivo deste projeto é colaborar para que a comunidade seja visibilizada e consiga maiores suportes para a manutenção das condições básicas na vida das pessoas retratadas e de seus familiares.

DSCF0276.JPG

Project Name

Propomos realizar a produção e publicação do livro fotográfico bilíngue intitulado “Crianças de Artsakh- Retratos de um Conflito". Lika criou um diário fotográfico em 2020 quando Artsak estava em conflito com Azerbaijão, despertando as suas sensibilidades para darem um testemunho visual do que presenciou e passou, registrando a vida das famílias, sobretudo crianças e adolescentes, dentro das vilas em Artsakh.

A intenção é trazer para você que conhece as sensações reais em forma, texturas, olhares, quem são estas crianças e revelar a força que elas têm. 

Como fruto dessa experiência, que a fotógrafa desenvolveu, nasceu a ideia de produzir um livro fotográfico de fácil manuseio e compreensão didática, acessível e bilíngue (português/inglês/armênio), onde se possa levar esses registros e suas reflexões para o Mundo. A proposta conceitual se consolida de caráter documental, cujas imagens variam de tamanho conforme expressão estética, apresentadas textualmente. Com muita sensibilidade no olhar, Lika soube captar em formas delicadas e belas expressivas imagens com cenas do cotidiano de meninos e meninas durante a guerra, suas expressões de espanto, ternura e de afeto. Por fim, teremos essa vivência em texto juntamente com as fotos.

Foram anos, amadurecendo a ideia de trabalharmos humanitariamente para as crianças de Artsakh. não apenas a ideia de publicar um livro, mas de fazer de modo respeitoso, um agradecimento a esta linda comunidade tudo que ela me ensinou. Uma tentativa de retribuir, minimamente, todo o amor que lá recebi. Este livro não é meu, nem somente feito por mim. Ele é feito com, para e junto com à comunidade de Armênia do mundo, de mãos entrelaçadas.

Quem faz - Associação Juventude Armênia 

Quem é a fotografa?

Lika Zakaryan

photo_2021-05-28_01-03-54.jpg

A jornalista Lika Zakaryan se considera “uma criança da guerra”, nascida em 1994 na capital Stepanakert, na região autônoma de Artsakh, devastada pela guerra e predominantemente povoada por armênios. Como milhares de residentes que não puderam ser evacuados, Zakaryan se refugiou em um bunker improvisado, passando pelos horrores de uma guerra de 44 dias , vendo seu local de nascimento se transformar em escombros. Seu pai, que havia perdido um olho na guerra de 1994, e o irmão, estavam na linha de frente. Ela viu sua mãe, uma enfermeira em um hospital local, algumas vezes durante a guerra e raramente se comunicava com sua irmã mais nova, que foi evacuada para a vizinha Armênia. Tendo acabado de se juntar à equipe de notícias da CivilNet , os periódicos de guerra regularmente publicados de Zakaryan lhe renderam o título de 'Anne Frank armênia'.